A Crise do Estado Social e os impactos para a Classe Trabalhadora

R$ 33,00
Quantidade disponível: 10

Estudo do Estado Social Português

O livro trata sobre a crise do Estado Social Português entre 2012-2015, período no qual os países do Sul da Europa sofriam grave crise econômica e social. Nessa conjuntura, em Portugal, medidas de austeridade induzidas pelas instituições econômico-financeiras da Comunidade Europeia ocasionaram baixo crescimento, desemprego, redução do Estado Social e inconformismo das classes trabalhadoras. Como comparavam alguns à época, presenciava-se a latino-americanização dos países do sul da Europa à base de uma brasilianização do trabalho em face do austericídio da Troika, responsável pelo empobrecimento da população, desocupação e crise do Estado Social. Processo que oportunizou a expansão dos movimentos sociais e de massivas manifestações dos trabalhadores. Essas questões, desenvolvidas com propriedade nesse livro, evidenciam que os meios de enfrentamento da crise capitalista, invariavelmente, mobilizam iniciativas que rebatem perversamente sobre as classes trabalhadoras e incidem na subtração de direitos, meios de vida e cidadania dos trabalhadores. 

 

Informações adicionais

Coordenadores Patrícia Soraya Mustafa
Formato 16x23cm
Páginas 146
Acabamento Brochura
ISBN 978-65-86030-19-8
Ano de Publicação 2020
Edição 1
• Prazo para postagem:
• Código do produto: 7C3673
• Quantidade mínima: 1
Veja também