Rio Batalha: da nascente à foz

R$ 90,00

Como sempre, a história toda começou num bem humorado encontro em um café. Sete fotógrafos, reunidos no tradicional encontro semanal, discutiam qual seria a próxima empreitada em benefício do patrimônio natural de Bauru. Há quatro anos atrás, mais precisamente em fevereiro de 2010, eles já haviam festejado o lançamento do Livro “De Olho no Cerrado”, onde as paisagens da vegetação haviam sido visitadas e fotografadas pelo grupo, na exuberância de suas quatro estações.

O projeto de excursionar pelos misteriosos caminhos do Rio Batalha surgiu a partir de uma ideia do fotógrafo Olicio Pelosi, que já havia iniciado alguns ensaios com o biólogo e Professor Doutor da Unesp, Osmar Cavassam. Ávidos por novas aventuras exploratórias da natureza, os fotógrafos decidiram abraçar a empreitada. O biólogo já havia acompanhado o grupo nas incursões fotográficas nas matas do Cerrado e agora, a história se repetia. Mais uma vez, Dr. Osmar seria o guia científico do projeto que começava a nascer, em meados de 2010.

Foi assim que Celso Mellani, Edward Albiero Jr, Denise Joaquim, Nilton Scudeller, Olício Pelosi, Silvio Serrano e Telles Nunes começaram a excursionar, em grupo, pelo Rio Batalha.

A cada final de semana um novo passeio era planejado e os fotógrafos já seguiam para clicar um trecho de 167 Km, caminho este percorrido ao longo de quatro anos.

Ao todo, foram mais de 30 saídas fotográficas, o que significou milhares de cliques sobre as paisagens surpreendentes que os amigos descobriram ao navegar através do longo percurso que envolve o Rio Batalha, da nascente à foz. De Agudos, na Serra de Jacutinga, até a porção de terra que serve de divisa entre os municípios de Reginópolis e Pirajui, o Batalha encantou os fotógrafos com a pureza de suas águas, a exuberância da vegetação nativa, a riqueza de sua fauna e as imagens cotidianas proporcionadas pelos casebres locais.

A bordo de um bote, especialmente fretado para a aventura, os sete fotógrafos subiam e desciam as curvas, as corredeiras, o remanso e a cascata do Rio que serviu de cenário para a mais completa coletânea de fotos já realizada até os dias de hoje.

O Rio Batalha que já serviu de inspiração para os artistas Mojica, Baccan e Espadachim, agora se rende às câmeras fotográficas de sete apaixonados por natureza.

E o resultado de uma demorada seleção de imagens, com projeto gráfico coordenado por Olício Pelosi e Celso Mellani e ilustrado por Marcos Horta é a edição do livro “Rio Batalha – Da Nascente à Foz”, obra cujos textos são assinados pelo Prof. Dr. Osmar Cavassam.  Além de trabalho artístico, o material pode ser considerado um inestimável acervo sobre o patrimônio biológico, histórico e cultural de Bauru e região. Como coletânea, merece ter um  lugar de destaque nas estantes públicas municipais, além de dever fazer parte do acervo das bibliotecas escolares e de estudiosos da natureza.

Realizando esse sonho, os sete fotógrafos que compõem o grupo BRU IMAGE POINT, entregam a Bauru um lindo presente de Natal: um álbum de preciosas fotografias sobre um rio que faz parte da memória, do imaginário e do coração de muitos bauruenses. (texto: Luciana Gonçalves)

 

Informações adicionais

Autor Celso Melani, Olicio Pelosi e Osmar Cavassan (organizadores)
Formato 28x28cm
Páginas 176
Acabamento Capa dura
ISBN 978-85-7917-299-1
Ano de Publicação 2015
Edição 1
• Prazo para postagem:
• Código do produto: 418671
• Quantidade mínima: 1
Veja também