Análise do Filme: 2001 - Uma odisséia no espaço - v. 14

R$ 19,90

O filme “2001 – Uma Odisséia no Espaço”, de Stanley Kubrick (EUA, 1968) trata da categoria trabalho como elemento histórico-ontológico ineliminável do desenvolvimento do ser genérico do homem, inclusive, buscando apreender a técnica (e tecnologia) como elemento compositivo ineliminável do processo civilizatório e da evolução do homem como espécie. O tema significativo do filme clássico de Stanley Kubrick é o tema do processo de hominização/humanização. Neste momento, ele se vincula, através da sugestão de Kubrick, com a técnica e a tecnologia (o que significa que não pode deixar de expressar suas determinações sociais estranhadas, como sugere, por exemplo, a presença e o “surto psicótico” do computador HAL 9000 no filme). Em 2001–Uma Odisséia no Espaço, ao salientar a importância da técnica no processo de evolução do homem, Stanley Kubrick sugere a centralidade ontológica da categoria do trabalho. De certo modo, o que ele nos apresenta é o processo de hominização/humanização, da evolução do homem-macaco ao homem moderno. Ao mesmo tempo, Kubrick expõe, de forma sutil, as agudas contradições do desenvolvimento do homem como ser genérico obliterado pelas determinações estranhadas da relação-capital.

 

Informações adicionais

Autor Giovanni Alves
Acabamento CD-Rom
ISBN 978-85-7917-140-6
Ano de Publicação 2010
Edição 1
Sobre o autor Professor livre-docente de sociologia da UNESP - Campus de Marília, pesquisador do CNPq. Líder do Grupo de Pesquisa “Estudos da Globalização”, coordenador-geral da Rede de Estudo do Trabalho (www.estudosdotrabalho.org), projeto “Núcleo de Estudos da Globalização” (http://globalization.cjb.net) e do projeto de Extensão Tela Crítica (www.telacritica.org)
• Prazo para postagem:
• Código do produto: 401921
• Quantidade mínima: 1
Veja também